Felipe Camarão diz que “Cultura não é só carnaval e São João”

Mesa Diretora dos Trabalhos

A fala do vice-governador do Estado, Felipe Camarão (PT), “Cultura não é só carnaval e São João” motivou aplausos dos fazedores de culturas, presentes na abertura de instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura e Economia Criativa, instalada nesta terça-feira,7, no Auditório “Fernando Falcão”, da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

Felipe Camarão que foi gestor da Secretaria de Cultura do Estado, no governo Flávio Dino (hoje ministro do STF), e por conhecer muito bem os desafios que a pasta da cultura apresenta, se colocou como um embaixador do movimento de cultura do estado junto ao atual governador Carlos Brandão (PSB).
“A cultura maranhense é um dos nossos principais pontos de desenvolvimento econômico, aliado ao turismo e outras atividades econômicas, por isso elogio a iniciativa do deputado Carlos Lula e de todos os deputados e deputadas que aprovaram essa iniciativa. Nós precisamos ter a dimensão de que a cultura maranhense não é apenas fazer festa, ela vai muito além disso, ela gera emprego e renda e envolve todas as linguagens culturais, a exemplo da dança, teatro, música, literatura”, ressaltou Felipe Camarão.

De acordo Carlos Lula, eleito presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, este momento é histórico para o Maranhão e fortalece o compromisso do Parlamento com o debate de políticas públicas relativas à cultura, bem como a defesa e a valorização do patrimônio cultural material e imaterial do Maranhão.

A instalação da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura e Economia Criativa é fruto de um requerimento do deputado estadual Carlos Lula (PSB) e também objetiva apresentar propostas legislativas destinadas a defender as necessidades da cultura, inclusive em normas orçamentárias.

Participação dos fazedores de cultura

“Essa Frente representa os anseios da população fazedora de cultura. Por isso, esse é um momento histórico, pois esses parlamentares eleitos pelo povo irão representar verdadeiramente a sociedade cultural”, destacou o compositor e poeta, Joãozinho Ribeiro.
“Nos encontramos em um cenário não favorável na nossa cultura maranhense. E estarmos hoje na Assembleia é de extrema relevância, pois se faz necessário urgentemente um olhar de verdade pela nossa cultura. Vou me colocar à disposição para atuar nessa frente, pois não dá mais só para esperar e gritar em rede social”, ressaltou a diretora cultural, dançarina e coreógrafa, Euricelia Coqueiro.
“A gente que faz cultura, que produz, sente muito a ausência de uma Frente como essa. Eu acredito que estamos dando um passo muito largo, tanto os fazedores, quanto o Legislativo, a levar a diante essa bandeira da cultura e abraçar essas ideias e fazer com que elas se tornem uma realidade, o que é muito importante para todos nós”, pontuou Josias Sobrinho, cantor e compositor.

Durante o lançamento, os deputados elegeram os seguintes representantes para compor a mesa diretora da Frente Parlamentar: o deputado Carlos Lula assumiu a presidência, Rodrigo Lago (PCdoB) ocupa a vice-presidência e Wellington do Curso (Novo) detém a relatoria.

Na próxima semana, os parlamentares vão realizar a primeira reunião de trabalho da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura e Economia Criativa do Maranhão.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MARANHÃO TV OFICIAL

Publicidade
Publicidade
Publicidade